Fatores Individuais e Ambientais Associados Ao Uso de Parques e Praças Por Adultos de Curitiba-pr, Brasil.

Por: Ana Carina Cassou, e .

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.14 - n.4 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi identificar os fatores individuais e ambientais asso­ciados ao uso de parques e praças por adultos de Curitiba-PR. Estudo transversal realizado em 2008, no qual 749 participantes (59,9% homens) foram intencionalmente selecionados em áreas destinadas para a prática de atividade física (AF) em quatro parques e quatro praças. A regressão de Poisson foi utilizada para verificar a associação entre variáveis sociodemográficas (sexo, idade, escolaridade), de saúde (índice de massa corporal, per­cepção de saúde), companhia para uso do parque/praça, acesso (percepção de distância, acesso e deslocamento até o local) e prática de AF de lazer (caminhada e AF moderada/ vigorosa - AFMV) com a frequência habitual aos locais (≥1 vez/sem). O uso de parques e praças foi de 68% e fatores como a companhia (RP: 0,74; IC95%: 0,62-0,89) e maiores níveis de caminhada (RP: 1,30; IC95%: 1,03-1,64) e AFMV (RP: 1,39; IC95%: 1,07-1,80) apresen­taram associação com o uso dos locais. Estes resultados devem guiar intervenções para disponibilizar serviços e estruturas para a prática de AF em parques e praças.


 

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/1980-0037.2012v14n4p377

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.