Fatores de Risco Associados à Pressão Arterial Elevada em Adolescentes

Por: .

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.13 - n.4 - 2007

Send to Kindle


Resumo

Níveis elevados de pressão arterial (PA) na infância e adolescência têm sido freqüentemente associados a outros fatores de risco cardiovasculares, além de hipertensão arterial na fase adulta da vida. O presente estudo objetivou identificar fatores de risco associados à PA elevada em adolescentes. Participaram do estudo 674 adolescentes de escolas públicas e privadas, de ambos os sexos (303 rapazes e 371 moças), com idade de 14 a 17 anos (16,5 DP 0,9), da cidade de João Pessoa, Paraíba. Mediante aplicação de um questionário, foram levantadas informações sobre: a) indicadores sociodemográficos; b) nível de prática da atividade física; c) hábitos alimentares; c) índice de massa corporal; e) fumo e bebidas alcoólicas; e foram realizadas medidas de PA. A prevalência de PA elevada foi de 7,4%, sendo maior nos rapazes (10,2%) quando comparada com a das moças (5,1%, p < 0,01). Os resultados da análise multivariada demonstraram que adolescentes com excesso de peso apresentaram probabilidade cerca de cinco a seis vezes maior de ter PA elevada, comparados com os de baixo peso/peso normal (rapazes: OR = 5,5; IC 95% = 1,11-27,53 e moças: OR = 4,8; IC 95% = 1,51-15,45). As demais variáveis não se mostraram associadas à PA elevada. Nesse estudo, entre os diversos fatores de risco analisados, o excesso de peso corporal se apresentou como o único fator de risco potencial para elevação da PA em adolescentes

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v13n4/05.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.