Fatores de Risco Coronariano em Estudantes de Uma Universidade Privada

Por: Alcemar Edwirges Costa, Cláudia Eliza Patrocínio de Oliveira, Igor Surian de Sousa Brito, Osvaldo Costa Moreira e Renata Aparecida Rodrigues de Oliveira.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.19 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Introdução: As doenças cardiovasculares podem ser evitadas através da intervenção nos fatores de risco modificáveis, tais como hipertensão arterial, tabagismo, obesidade e dislipidemia. Objetivo: Determinar e comparar o risco coronariano em estudantes de uma Universidade privada, segundo gênero e curso, bem como estabelecer uma associação entre a prevalência do risco coronariano e o gênero. Métodos: Estudo transversal que avaliou 273 estudantes de diversos cursos da Universidade Presidente Antônio Carlos – Campus Ponte Nova, com idade média de 24,43 ± 5,40 anos. Todos os avaliados responderam ao questionário Tabela de Risco Coronariano da Michigan Heart Association (MHA). Procedeu-se, então, a análise descritiva com apresentação dos resultados como média ± desvio padrão. O teste t de student foi utilizado para comparação do risco coronariano entre os gêneros. Utilizou-se o teste ANOVA one way para comparação do risco coronariano entre os cursos. Para todos os tratamentos adotou-se um nível de significância de p

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/2056

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.