Felipão e a Nova Pátria em Chuteiras: Quando Portugal é Adotado Pela Imprensa Brasileira Como a Equipe da Vez

Por: José Carlos Marques, Sabrina Rodrigues Machado e Vivian Prestes Wolff.

XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho tem como propósito verificar de que forma a imprensa esportiva brasileira efetua algumas mutações em seu discurso a fim de manter vivo o interesse do público (audiência), o que envolve mudanças na elaboração, produção e veiculação de notícias sobre o Esporte. A partir de conceitos da Análise do Discurso de linha francesa, analisase o discurso textual e imagético de três jornais brasileiros (O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e O Globo) ao longo da cobertura do Mundial de Futebol de 2006, disputado na Alemanha. O objetivo da pesquisa é verificar como a imprensa brasileira abandonou o discurso de exaltação da Seleção Brasileira a partir do momento em que a equipe foi eliminada da competição e como esse mesmo discurso foi transferido para a cobertura da seleção Portuguesa (treinada então pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari).

Endereço: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2008/index.htm

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.