Fernandão: a Complexidade na Morte do ídolo e o Surgimento do Mito

Por: Bruna Provenzano.

XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom

Send to Kindle


Resumo

A morte prematura e trágica de um ídolo do futebol, como Fernandão, gerou comoção entre torcedores, fãs e jornalistas. A cobertura da morte do ex-atleta ocupou muitas páginas de jornais que dedicaram espaço para tratar da perda daquele que foi um dos mais importantes jogadores da história do Rio Grande do Sul. Com este ensaio buscamos, a partir do Paradigma da Complexidade, de Edgar Morin, e guiados pela Semiologia de Roland Barthes, desvelar aspectos obtusos nestas coberturas e entender a conotação destas produções jornalísticas. Este trabalho representa uma produção inicial do nosso olhar sobre o objeto de estudo da dissertação de Mestrado, na qual analisaremos a cobertura da morte de Fernandão a partir de matérias dos jornais Zero Hora e Correio do Povo.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.