Festival de Jogos Infantis: Uma Proposta de Inclusão e Cooperação

Por: Carmem Elisa Henn Brandl e Inácio Brandl Neto.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Os Jogos Infantis (pré a 4ª série) é uma prática existente desde 1975 na cidade
de Marechal Cândido Rondon/PR, por iniciativa do Departamento de Esportes
da Prefeitura, e até 1986 foi competitivo (escola x escola), ou seja, poucos
alunos jogando e muitos assistindo. Após este período passou por fases de
transição. Em 1991, iniciou-se parceria entre a Secretaria Municipal de Educação
e o Curso de Ed. Física da Unioeste para orientação da Ed. Física de 1ª a 4ª
série que nesse ano foi incluída como obrigatória na lei orgânica municipal
devendo ser ministrada por professores da área ou acadêmicos. Como
conseqüência dessas ações houve também a revisão dos Jogos. Em 1998,
configurou-se o modelo organizacional de Festivais de Jogos Infantis (baseado
na inclusão, cooperação e integração) que perdura até hoje, sempre avaliado e/
ou modificado, também aplicado em outras cidades da região devido à
divulgação e intercâmbio com o Curso. Os objetivos são: incentivar a prática
de atividades lúdico/motoras; possibilitar a participação de todas as crianças
sem discriminação ou exclusão; reunir crianças de diferentes escolas para
brincarem juntas; oportunizar vivências didático/pedagógicas para acadêmicos.
Na fase de planejamento participam representantes do município e da
universidade. Para o festival, de 10 a 15 atividades são selecionadas (realizadas
em forma de circuito com estações) para cada um dos seguintes grupos: pré e
1ª série; 2ª série; 3ª e 4ª séries. As crianças também opinam e em reunião dos
organizadores são decididas as atividades. Por dia/etapa são atendidas em torno
de 500 crianças de 4 a 7 escolas. São organizados espaços separados para cada
grupo. Dois acadêmicos ou docentes orientam uma estação. As crianças são
agrupadas por nome de cores, animais, etc., já na escola (2ª; 3ª e 4ª séries), e
formam equipes de 15 a 20 alunos de diferentes Escolas, quando se encontram
na abertura do Festival. Todos os escolares desses municípios participam/
brincam nos Festivais. Como resultado desta experiência temos a participação
ativa e efetiva de aproximadamente 16.000 escolares de quatro municípios da
região. A relevância e o sucesso desse evento estão estampados no rosto das
crianças (prazer, alegria, participação) e é o que motiva os organizadores a
continuar.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/71_Anais_349.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.