Fifa e o Soft Power do Futebol nas Relações Internacionais

Por: Juliano Oliveira Pizarro.

Recorde: Revista de História do Esporte - v.10 - n.2 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Resumo: Ao longo da história do século XX o futebol foi popularizado e difundido devido seu baixo custo econômico e a facilidade de sua prática. E ao mesmo tempo em que se difundia e popularizava, o futebol se institucionalizou. Parte-se da ideia de que as estratégias da organização no nível da governança desportiva envolvem o exercício do “soft power”, conceito importante para as Relações Internacionais contemporâneas. Ainda, a pesquisa pretende observar as relações da FIFA com outros atores do cenário internacional, tais como Estados nacionais (sob a ótica de filiados como também na relação dos países-sede de suas competições, principalmente da Copa do Mundo de futebol masculino, seu maior evento), ONU, Comitê Olímpico Internacional (COI), organizações não-governamentais (ONGs) e empresas transnacionais.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/14337

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.