Fomentando a Educação Não Formal no Lazer e Recreação em Hotéis

Por: Luciano Allegretti Mercadante, Marcio Aparecido Franco de Godoy Fazolin e Regina Célia Grando.

Licere - v.18 - n.4 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O lazer e a recreação assumem diferentes classificações e múltiplas abordagens em relação ao tempo livre da sociedade. O presente estudo apresenta uma discussão sobre a dimensão educacional relacionada às atividades de lazer e recreação em hotéis, a partir de uma pesquisa de campo realizada com hospedes e profissionais da área hoteleira. O objetivo do estudo foi investigar em que medida as atividades de lazer e recreação realizadas em hotéis contribuem para formação integral de crianças entre 06 e 14 anos.  Com uma revisão sistemática da literatura, foi realizada uma pesquisa qualitativa do diário de campo. Foi realizada uma observação das atividades do hotel em três dias da programação de lazer. Após a fase de observação, a análise aconteceu com base em quatro categorias; (1) cultura corporal do movimento; (2) jogo simbólico e ação cognitiva; (3) a competição como sociabilização; (4) educação não formal e potencial motor. Essas categorias demonstraram um processo educativo que contribui para a formação integral daqueles que praticam as atividades em um ambiente de educação não formal. A investigação realizada demonstrou que existe um processo de aprendizagem durante as atividades de lazer programadas em hotéis.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/1283

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.