Força Explosiva em Distintos Estágios de Maturação em Jovens Futebolistas das Categorias Infantil e Juvenil

Por: Carlos Vagner Nascimento Alves, Giovani da Silva Novaes, Jeferson Macedo Vianna, Leandro Raider dos Santos e Vinicius de Oliveira Damaceno.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.37 - n.2 - 2015

Send to Kindle


Resumo

O objetivo foi identificar diferenças existentes dentre os níveis de maturação na força explosiva. Amostra de N= 150 meninos futebolistas, idade entre 14 a 17 anos. Para o estágio de maturação foi utilizado o método de Tanner e para a força explosiva foram utilizados os testes de impulsão vertical. A estatística envolveu medidas descritivas e para verificar a diferença entre as médias nos estágios maturacionais foi utilizado os testes não paramétricos Mann Whiteny U e Kruskall Walli. Na categoria infantil não houve diferenças na força entre os estágios de maturação. Na categoria juvenil os resultados mostraram não ocorrer diferenças na força. Concluindo que os achados do presente estudo podem ser explicados pelo reflexo do treinamento ou das práticas de seleção para o esporte.

Endereço: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/1654

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.