Força Isocinética dos Flexores e Extensores do Joelho de Atletas Sub-17, Sub-20 e Profissional, Observando Suas Posições em Campo

Por: Carlos Vinicius de Souza Heggeudorn Herdy.

68 páginas. 2013 31/10/2013

Send to Kindle


Resumo

No Brasil, jovens atletas iniciam a carreira futebolística precocemente. Estes jovens são promovidos às equipes profissionais de futebol em alto rendimento, almejando tornarem-se jogadores profissionais. O desequilíbrio muscular entre flexores e extensores do joelho e instabilidade entre membros dominantes e não dominantes, são grandes contribuintes para o surgimento de lesões nestes atletas, causando uma grande preocupação para seu desenvolvimento físico. Portanto, o objetivo principal deste estudo foi de identificar e comparar os valores de torque muscular dos flexores/extensores do joelho e dos membros dominante/não dominante e a razão ísquios-quadríceps (I/Q), utilizando a dinamometria isocinética. Foram avaliados 105 atletas, integrantes da equipe sub-17, sub-20 e profissional, entre diversas posições atuadas em jogo. Todos integrantes de um clube de primeira divisão do campeonato Brasileiro. Foi utilizado o equipamento isocinético computadorizado da marca TechnoGym®, modelo REV9000, nas velocidades angulares de sessenta (60) graus por segundo. Os resultados demonstraram que os Jogadores Sub-17 foram significativamente diferentes (p<0,024) nos isquiotibiais dominante e não dominante (p<0,027) e na proporção lado dominante I/Q (p<0,012) em comparação com atletas profissionais adultos. Além disso, mais da metade da amostra (57,1%) obtiveram algum tipo de desequilíbrio muscular, sendo unilateral ou bilateral. A respeito das posições, os goleiros demonstraram diferenças significativas em relação às outras posições. O acompanhamento entre as categorias e posições jogadas no jogo é de grande importância para os profissionais que visam alcançar os melhores resultados e prevenir de lesões.

Endereço: http://www.eefd.ufrj.br/stricto-sensu

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.