Força de Preensão, Lateralidade, Sexo e Características Antropométricas da Mão de Crianças em Idade Escolar

Por: Antônio Renato Pereira Moro, Audrey Cristine Esteves, Diogo Cunha dos Reis, Noé Gomes Borges Junior, Rogério Marques Leite e Rogério Mattos Caldeira.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.7 - n.2 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Os objetivos deste estudo foram identificar as características antropométricas da mão de crianças de ambos os sexos, com idade entre 7 e 14 anos, e mensurar a força de preensão máxima através de mensuração direta, estabelecendo valores de referência para a força em relação à idade, lateralidade e sexo. Foram realizadas duas medidas da mão, com paquímetro digital para posterior classificação do tamanho. A força de preensão máxima foi mensurada com a utilização de um dinamômetro de resistência elétrica acoplado a um sistema de aquisição de dados. Diferenças significativas na antropometria entre meninos e meninas foram encontradas nos grupos de 7, 8, 11 e 14 anos. Na preensão x lateralidade, as diferenças foram para os grupo de 7, 8, 9, 13 e 14 no feminino e no masculino de 7 a 11 anos; a relação preensão x sexo, mostrou-se sempre maior no masculino, e apresentou diferenças significativas nos respectivos períodos pubertários. Tanto as características antropométricas quanto o desenvolvimento de força são progressivos no decorrer da faixa etária escolhida, apresentado suas maiores diferenças nos períodos de maturação sexual de cada sexo

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3799

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.