Formação Acadêmica em Educação Física: Corpos (docente e Discente) de Conhecimentos Fragmentados...

Por: Dagmar Aparecida Cynthia França Hunger.

Motriz - v.15 - n.1 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Neste estudo objetivou-se averiguar como graduandos e professores universitários conceituam corpo no tempo presente, tendo como referência o currículo em Educação Física. Realizou-se revisão bibliográfica referente à história do corpo e currículo. Investigaram-se 28 alunos ingressantes, 33 alunos concluintes e 11 professores universitários de um curso de Licenciatura em Educação Física de uma Instituição Pública, do interior do Estado de São Paulo. Constataram-se as vertentes: genérica, dualismo-psicofísico, cartesiana, biológica, segmentada-integradora e ser integral. Evidenciou-se um arcabouço conceitual limitado, com preponderância das ciências naturais em detrimento dos conhecimentos das ciências humanas, de que corpos expressam também configurações históricas e sociais. Constatou-se que os "corpos fragmentados..." consubstancia o pensamento hegemônico de um corpo docente que não apresenta definição conceitual e consensual em termos de projeto pedagógico da graduação.

Endereço: http://cecemca.rc.unesp.br/ojs/index.php/motriz/article/view/2155/2220

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.