Formação, Atualização Profissional e Nível de Conhecimento Técnico dos Profissionais Atuantes em Academias da Cidade de Pelotas – Rs.

Por: Mateus Salerno.

175 páginas. 2013 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Nas últimas décadas o Brasil tem apresentado um crescimento no número de organizações especializadas, prestadoras de serviços físico-esportivos: as chamadas academias de ginástica. Acredita-se que existam cerca de 20.000 estabelecimentos no país que oferecem diversas atividades entre ginásticas, musculação, danças, atividades aquáticas e artes marciais, que absorvem cerca de 60% a 70% dos profissionais de Educação Física que ingressam no mercado de trabalho por ano. Muitas delas ainda absorvem profissionais não formados, tais como provisionados, estudantes e leigos. Muito pouco se sabe sobre a parcela que cada um desses grupos representa dentro da mão de obra de trabalho nas academias. Além disso, e, principalmente, não se tem informações sobre o conhecimento desses profissionais sobre os conhecimentos técnicos e atualização profissional, fundamentais para o trabalho nesses locais. O presente estudo tem o objetivo de avaliar o nível de conhecimento técnico e a atualização profissional dos profissionais de academias de ginástica sobre informações essenciais ao planejamento e implementação de um programa de treinamento físico para os alunos das academias de ginástica da cidade de Pelotas – RS. Trata-se de um estudo descritivo, observacional, de corte transversal contemplando todos os profissionais atuantes em academias de atividade física da cidade de Pelotas-RS. A coleta de dados será realizada através de questionário pré-testado e codificado, contendo questões referentes às condições demográficas e socioeconômicas; sobre formação, conhecimento técnico e atualização profissional. 

Endereço: http://wp.ufpel.edu.br/ppgef/dissertacoes-2013/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.