Formação em mídia-educação (física) : ações colaborativas na rede municipal de Florianópolis/Santa Catarina.

Por: Paula Bianchi.

2009 06/03/2009

Send to Kindle


Resumo

Cada vez mais, tecnologias de informação e comunicação (TICs) de vários tipos, tamanhos e finalidades são desenvolvidas e penetram todas as esferas de nossas vidas, transformando gradativamente, os modos de ser e agir do seres humanos. A escola e seus componentes curriculares se apresentam como importante mediação para a apropriação ativa e crítica dessa realidade, amplamente permeada pelas TICs. Assim, a pesquisa partiu do seguinte problema de estudo: quais as possibilidades e limites de estabelecer com professores da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis/Santa Catarina uma interlocução de saberes e fazeres da cultura escolar, que proporcione um pensar, agir e refletir na Educação Física de forma colaborativa sob a perspectiva das TICs, tendo a pesquisa como princípio educativo e contribuindo para a ação reflexiva do professor? O estudo foi realizado segundo a abordagem metodológica da observação participante tendo como sujeitos professores de escolas da rede municipal de ensino e contou com a participação do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) e da área de Educação Física do Departamento do Ensino Fundamental, da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis. O trabalho de campo foi constituído por duas etapas: na primeira, de aproximação ao objeto de estudo, para conhecer a realidade escolar quanto à presença e utilização das TICs, foram visitadas dez escolas da rede municipal e entrevistadas as professoras-coordenadoras das salas informatizadas destas escolas, além da coordenadora do NTE. Com base nesses resultados, propusemos e realizamos ação de interlocução escolar, que visava capacitar e estimular professores para apropriarem-se e atuarem pedagogicamente com tecnologias na Educação Física escolar. Isso se deu a partir de ações colaborativas de formação em Mídia-Educação (Física), que envolveram: realização de oficinas, produção dos blogs, produção de vídeos, encontros periódicos de reflexão com o grupo, socialização da experiência em eventos, etc. Essa segunda parte, realizada com dez professores de três escolas municipais, foi acompanhada participativamente pela pesquisadora, tendo sido utilizados como instrumentos de coleta: observações, anotações de campo, relatos dos professores, vídeos, fotografias, blogs e entrevistas. Para o relato e interpretação dos resultados, foi procedida descrição longitudinal das atividades e uma análise transversal (interpretativa/reflexiva), na qual identificamos três eixos temáticos de discussão assim denominados: Formação continuada de professores em Mídia-Educação (Física); Experimentando as TICs na escola e na Educação Física; Professores-interlocutores produzindo/socializando conhecimento. Pudemos observar que: (a) a realização da formação continuada em Mídia-Educação (Física) contribuiu para que os professores se apropriassem técnica e pedagogicamente das TICs, integrando-as as suas práticas educativas, de maneira colaborativa, crítica e criativa; (b) proporcionou aos professores aproximar-se e aprender mais sobre essa (nova) temática de estudo, aproveitando as possibilidades das TICs como meios para aperfeiçoar a sua formação profissional e também para ensinar os conteúdos curriculares aos alunos, potencializando a aprendizagem dos mesmos; (c) as ações colaborativas em Mídia-Educação (Física) levaram os professores ao desenvolvimento de atitudes autônomas e reflexivas em relação ao seu aprendizado e a estabelecer relações dialógicas com os alunos e agentes da escola; (d) os professores destacaram o ineditismo da formação e revelaram-se entusiasmados em dar continuidade as atividades, além de criar novos projetos na perspectiva das TICs; (e) os professores foram disseminadores do conhecimento aprendido, multiplicando-o nas situações de vida pessoal e profissional. More and more, information and communication technologies (ICTs) of various kinds, sizes and with various aims have been developed and have been entering every aspect of our lives, gradually transforming the ways human beings are and act. Schools and their curricula have been important mediators for the active and critical assimilation of that reality, widely permeated by ICTs. Therefore, this research starts from the following research problem: what are the possibilities and the limits to establish an exchange of knowledge and practices related to school#s culture with teachers from the municipal schools in Florianópolis/Santa Catarina which allows a collaborative action and reflection within Physical Education under the ICTs# perspective, having the research as an educational principle and contributing to a reflected action by the teacher? The study was carried out according to the participant observation methodology. The subjects were teachers who worked in municipal schools. The Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) and the Physical Education sub-area of the Department for Basic Education at the Municipal Administrative Department for Education in Florianópolis also took part in it. Field work was conducted in two stages: in the first stage, an initial approach to the subject of this study, the aim was to get to know the reality of the schools as far as the presence and usage of ICTs was concerned, prompting visits to ten municipal schools and interviews with the teachers-coordinators of classrooms equipped with computers in those schools, plus an interview with the coordinator of the NTE. Based on the results obtained, we engaged in conversations that aimed at educating and stimulating teachers to assimilate and engage in pedagogic activities that made use of the technology in Physical Education. That process took place by means of educational collaborative actions in Media-Education which involved: workshops, blog creation (each school started its own blog), video production, periodic meetings for group reflection, sharing those experiences in events, etc. That second part, carried out with ten teachers from three municipal schools, was participantly followed by the researcher. The following tools were used to collect the data: observations, field notes, teachers# reports, videos, pictures, blogs and interviews. In order to report and interpret the results, a longitudinal description of the activities was done as well as a transversal analysis (interpretive / reflexive) by which three thematic axis of discussion were identified: teacher#s continued education in Media-Education (Physical Education); Experimenting ICTs in schools and in Physical Education; Teachers-conversation partners producing/sharing knowledge. We were able to observe that: (a) the continued education in Media-Education (Physical Education) has contributed to make the teachers use the ICTs in a technical and pedagogical way, integrating their educational practices in a collaborative, critical and creative manner; (b) it allowed the teachers to get closer to and to learn more about such novel theme, taking advantage of the possibilities afforded by the ICTs as a means to improve their own professional education and also to teach curricular content to the students, enabling those to have an improved learning; (c) the collaborative actions in Media-Education (Physical Education) led teachers to develop autonomous and reflective attitudes towards their learning and to establish dialogic relations with the students and the school agents; (d) the teachers highlighted the novelty of such education process and demonstrated excitement about continuing the activities executed, apart from creating new projects within the ICTs# perspective; (e) the teachers have spread the knowledge obtained, using them in personal and professional situations.

Endereço: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/93230

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.