Formação Multicultural de Professores de Educação Física: Entre o Possível e o Real

Por: Rita de Cassia de Oliveira e Silva.

2008 18/03/2008

Send to Kindle


Resumo

A sociedade está em constante movimento e a escola brasileira, principalmente a de ensino público, necessita acompanhar as transformações ocorridas ao longo dos tempos. Pensar em educação no Brasil, atualmente, é pensar em diferentes sujeitos, portadores de identidades híbridas, atores de diferentes realidades. Nesse sentido, trata-se não somente de respeitar as diferenças, mas também de problematizar o processo pelo qual se constrói o “diferente”, assim como desafiar práticas homogeneizadoras que abafem a pluralidade cultural. Entendendo a Educação Física como parte da educação integral dos indivíduos, o presente estudo tem como objetivo discutir a articulação da Educação Física a uma perspectiva multicultural. Para isso realizamos dois estudos de caso, o primeiro refere-se a um curso de Licenciatura Plena em Educação Física, no qual foi realizada análise documental das Diretrizes, do seu Projeto Político Pedagógico e entrevistas com o diretor e a coordenadora de pós-graduação. O segundo estudo de caso foi realizado na Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e teve como objeto as iniciativas de formação continuada de educadores físicos. Foram analisados o “Caderno do professor” e o núcleo curricular básico “Multieducação”, documentos norteadores desta rede. Também foram realizadas entrevistas com a equipe responsável por esta formação. A partir do presente trabalho, concluímos que a vertente multicultural folclórica se faz presente na maioria dos discursos referentes à formação do educador físico, porém detectamos que as perspectivas multiculturais crítica e crítica pós-colonial não se apresentam de forma expressiva. Identificamos o esforço, das instituições analisadas, em preconizar o reconhecimento da pluralidade cultural e acreditamos que este venha a ser o passo inicial para a concretização de uma sociedade mais justa e democrática, porém sentimos falta de discussões que avancem em torno da construção discursiva das diferenças e preconceitos. Esperamos, com a presente pesquisa, contribuir para o campo da Educação Física, campo este marcado historicamente por situações de exclusão e preconceitos.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.