Formação Profissional em Educação Física: Um Estudo Sobre a Inserção das Mídias na Pós-graduação Stricto Sensu da Universidade de Brasília

Por: Alessandra Pessoa Coimbra de Melo.

2009 31/07/2009

Send to Kindle


Resumo

Esta dissertação teve como objetivo analisar as possíveis repercussões da disciplina de Mídias, Educação e Educação Física, do curso de pós-graduação stricto-sensu da Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília. A pesquisa assumiu um caráter qualitativo, tendo como base o Diário de Aula (ZABALZA, 2004) como o principal instrumento de coleta e análise dos dados. Por se tratar de uma pesquisa-participante, a observação e a gravação das aulas foram essenciais ao processo, pois nos permitiu captar todos os momentos de debates, o que possibilitou mais rigor e distanciamento, favorecendo a análise crítico-reflexiva. Durante a análise dos dados, observamos que houve, por parte dos alunos investigados, uma melhor percepção quanto à necessidade, possibilidade e finalidade do tema "mídias" ser instituído na formação acadêmica do profissional de Educação Física. Apesar das cobranças em relação à dicotomia teoria x prática em sala de aula, todos os estudantes concordaram que o tema proposto pela disciplina é relevante e precisa ser discutido na formação dos profissionais da área. Na tentativa de resolver o impasse teoria x prática, sugerimos a criação de um laboratório de mídias na Faculdade de Educação Física. Isso permitiu maior visibilidade aos recursos midiáticos, tanto para os universitários quanto para o corpo docente, ampliando as discussões sobre os meios de comunicação dentro da instituição. A população investigada trouxe contribuições relevantes e bastante significativas no que diz respeito à melhoria e visibilidade da disciplina na instituição à qual pertence. 

Endereço: http://repositorio.unb.br/handle/10482/3820

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.