Formação Profissional em Educação Física Para o Setor da Saúde e as Diretrizes Curriculares Nacionais

Por: e .

Pensar a Prática - v.19 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi analisar a política de formação profissional em Educação Física para o setor da saúde e avaliar a proposta de extinção do Bacharelado. Para tanto, realizamos uma análise das Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Educação Física e da Minuta debatida em Audiência Pública no Conselho Nacional de Educação em dezembro de 2015, tendo sido considerados todos os trechos relacionados ao termo saúde em ambos os documentos. Concluímos que a política de formação profissional em Educação Física para o setor da saúde se encontra deficitária frente às demandas do Sistema Único de Saúde. Assim, a proposta de extinção do Bacharelado é inviável, pois os desafios à formação em Educação Física e saúde extrapolam os limites de uma única formação.


 

Endereço: https://www.revistas.ufg.br/fef/article/view/42255

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.