Formação de Relações Regionais em Um Contexto Global: a Rivalidade Futebolística Entre Rio de Janeiro e São Paulo Durante a Primeira República

Por: Christina Peters.

História, Ciência, Saúde - Manguinhos - v.21 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

A internacionalização do futebol e a contínua construção de uma comunidade esportiva transnacional no começo do século XX interagiram com processos de diferenciação nacionais e regionais. O artigo mostra que, no Brasil, o futebol serviu para as elites de São Paulo e Rio de Janeiro construírem e expressarem suas identidades regionais. Adotando uma perspectiva global e regional, busca-se compreender esses processos de diferenciação entre ambas as cidades a partir da análise de determinados eventos esportivos. O texto parte do pressuposto de que identidades e espaços regionais e nacionais são construídos a partir de entrelaçamentos e negociações transnacionais. No caso específico do futebol, visa-se atentar para os efeitos uniformizadores e diferenciadores que o processo de sua globalização implicou.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-59702014000100151&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.