Freqüência Cardíaca Máxima e Sua Recuperação

Por: Fábio Antonio Damasceno Marques.

50 páginas. 2011 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

Desde o estudo de Robinson, publicado em 1938, em que se utilizou a idade como variável independente, não se conhece outra variável que possa melhorar a predição da freqüência cardíaca máxima (FCMAX). Recentemente, tem se estudado a FC de recuperação (FCREC) após exercício máximo, que tem sido apontada como preditora de mortalidade. Para melhor entender a FCMAX e a FCREC após teste máximo, o presente estudo teve como objetivos: 1)Identificar se a FCMax é influenciada pela variabilidade da freqüência cardíaca (VFC) em repouso, 2) Verificar se a FCREC avaliada por meio de deltas é influenciada pela FCMAX; 3) Sugerir um modelo de avaliação da FCREC relativizado pelos valores de FCMAX. e 4) Propor uma equação que descreva a cinética de recuperação da FCMAX em indivíduos jovens e de meia idade saudáveis. Para alcançar os objetivos propostos, foram realizados dois estudos. Estudo 1 - foram avaliados 63 indivíduos (21 mulheres e 42 homens) de 20 a 30 anos. Foi avaliada a FC e VFC em repouso na posição sentada. Em seguida, os indivíduos realizaram um teste cardiopulmonar máximo em esteira (Protocolo de Bruce). Os indivíduos foram divididos, sexo e pela mediana da FCMAX, em grupo de alta de baixa FCMAX. Os índices de VFC de repouso dos dois grupos foram comparados por teste ""

Endereço: http://www.ufjf.br/pgedufisica/alunos/turma-2009/

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.