Futebol Brasileiro na Atualidade: História, Cultura e Profissionalização

Por: Thiago Garcia Riviti.

97 páginas. 2016 20/05/2016

Send to Kindle


Resumo

O objetivo principal deste trabalho foi levantar questões sobre o futebol profissional brasileiro e a sociedade contemporânea, com base na análise dos processos de profissionalização do esporte no Brasil e da sociedade sob seus diversos prismas, como a Indústria Cultural, a Sociedade de Consumo e a Sociedade do Trabalho; de modo a compreender melhor o futebol brasileiro e suas relações com a sociedade e seus praticantes. Assim, primeiramente, foi realizada uma revisão bibliográfica e levantamento de dados publicados nos portais especializados em conteúdo esportivo, bem como material jornalístico; em seguida, procedeu-se à análise dos dados à luz da Sociologia do Esporte e da Psicossociologia. Valendo-se da história da profissionalização do esporte na Inglaterra (onde o futebol moderno se constituiu) e no Brasil, foram apresentadas as semelhanças e diferenças dos fundamentos da organização e regulamentação do futebol nos dois países, por parte das Federações. Esta análise comparativa permitiu perceber que estes fatores influenciam diretamente nos resultados obtidos pelos clubes, comercial e esportivamente. Compreender a gênese profissional do futebol brasileiro também permitiu analisar a sua organização de modo a elaborar definições sobre como o futebol brasileiro se apresenta em relação ao mundial e, assim, compreender a sua importância comercial, em especial para a mídia esportiva. Esta relação mídia-esporte é a principal responsável pela manutenção do futebol como aspiração profissional para milhares de brasileiros e pela mitificação dos jogadores profissionais, transformados em verdadeiros heróis modernos, a partir dos anos 1960. Como resultado, o marketing esportivo é o principal motor da monetarização do futebol. Assim como no mundo corporativo, no esporte, as instituições buscam impor aos seus trabalhadores a ilusão do possível, da ausência de limites. O ideal esportivo surge nas organizações estabelecendo competições entre seus colaboradores, bem como no marketing, nas estratégias para capturar consumidores e vender produtos ligados ao esporte. As transformações ocorridas na Sociedade a partir dos anos 1980, que trouxeram o trabalho para o centro das relações sociais no final do século XX e início do XXI estão se alterando rapidamente. Cabe às instituições esportivas se adaptar. Nessa perspectiva, se faz necessário um novo modo de pensar o futebol, partindo de sua organização. Este estudo apresentou, também, as relações entre sociedade contemporânea, cultura e profissionalização no futebol, de modo que se espera contribuir para o levantamento de possibilidades de gestão profissional no futebol, buscando, assim, caminhos para a profissionalização de fato, única solução possível para a evolução do esporte no Brasi

Endereço: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/141500

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.