Futebol, Cinema e Masculinidade: Uma Análise de Asa Branca, Um Sonho Brasileiro (1981) e Onda Nova (1983)

Por: e .

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.9 - n.3 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Ao redor da presença do futebol no cinema podemos encontrarindícios de uma época, representações sobre diferentes dimen-sões de um momento histórico, alguns elementos que nos per-mitem lançar um olhar sobre o espírito de um tempo. Tendo em vista essas potencialidades, esse estudo objetiva analisar duas produções cinematográficas da década de 1980, Asa Branca, Um Sonho Brasileiro (Djalma Limongi Batista, 1981) e Onda Nova (Ícaro Martins e José Antônio Garcia, 1983). Esses dois filmes, nos quais o futebol ocupa espaço de destaque, per-mitem-nos identificar e discutir as mudanças e paradoxos vivi-dos na sociedade brasileira naquele momento, sobretudo no que tange às relações de gênero. De modo sutil, no caso de Asa Branca, ou de modo aberto e explícito, em Onda Nova, o que podemos depreender é que, em virtude do quadro de transição.novas atitudes e condutas são esperadas dos homens, novas idéias de masculinidade se constroem no seio da sociedade bra-sileira, refletindo os avanços e questionando a ordem de gênero anterior. Nesse quadro, também o esporte dialoga com esse conjunto de novas construções simbólicas, sendo, portanto,assunto que merece nossa atenção.

Endereço: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-05232009000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.