Futebol, Gênero, Masculinidade e Homofobia: Um Jogo dentro do Jogo

Por: Fernando Seffne e .

Espaço Plural - v.14 - n.29 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O futebol produz representações de gênero e sexualidade dentro de uma lógica fortemente heteronormativa, machista e homofóbica. Essa produção coloca em ação pedagogias do gênero e da sexualidade que permitem uma série de discursividades sobre o comportamento esperado dos atletas e dos torcedores de futebol, incluindo a possibilidade de manifestações legítimas de violência. Para esse artigo pretendemos discutir como essas construções foram problematizadas no ano de 2013 a partir de três diferentes discussões nas redes sociais: as torcidas queer, o selinho do jogador Emerson Sheik e a criação da torcida organizada Gaivotas Fiéis. Interessa-nos, também, destacar como a homofobia aparece legitimada quando vinculada as práticas do torcer. Palavras-chave: Futebol; Masculinidades; Homofobia; Violência; 

Endereço: http://e-revista.unioeste.br/index.php/espacoplural/issue/view/625/showToc

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.