Futebol: Mitos, Idolos e Herois

Por: .

2007 30/03/2007

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho procura traçar uma visão abrangente da complexidade e importância do ídolo e do herói no futebol, procurando compreender sua influência nas decisões de transformar sonhos de infância em profissão. Como auxílio para esta compreensão e análise, utilizou-se de instrumentos da Antropologia, com base em referenciais da etnografia, entre eles a entrevista intensiva e a análise de documentos. Foram entrevistadas onze (11) pessoas que compõem o cenário futebolístico, sendo nove jogadores profissionais e dois ex-jogadores profissionais. O referencial teórico foi traçado de modo a compreender a importância do futebol na vida do brasileiro, da sua chegada como uma atividade de lazer e como rapidamente transformou-se em um ?habitus? local. Entendendo o futebol como um jogo absorvente, procurou-se definir mito e imaginário para entender algumas questões recorrentes ao futebol brasileiro. As questões discutidas foram: a figura de Charles Miller como o introdutor do futebol no Brasil, o ópio do povo, futebol como identidade nacional, o dom no futebol, o debate sobre o estilo de jogo, conhecido como futebol-arte e futebol-força, e as questões relativas ao sonho de ser jogador profissional (início, tentativa e concretização do sonho). Todos os tópicos são apresentados como um suporte para a discussão central da dissertação, sendo que mito e imaginário servem de base para a investigação sobre os ídolos e heróis no futebol, a importância deles no processo, as diferenças conceituais e a influência dessas figuras na construção do sonho de ser jogador profissional 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000414994&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.