Futebol Mulato: Construtos étnicos no Futebol Brasileiro

Por: e Tiago Fernandes Maranhao.

Cosmopolitan Civil Societies Journal - v.3 - n.2 - 2011

Send to Kindle


Sobre a Obra

O objetivo deste artigo é rever as idéias de Gilberto Freyre sobre o futebol mulato e o modo como estas idéias espalharam ao redor do mundo a noção do mulato brasileiro como símbolo da ‘democracia racial’ exclusivamente brasileira. Esta idéia apareceu inicialmente em 1938 e num artigo escrito por Freyre para os Diários Associados, um importante jornal brasileiro. O futebol foi empregado por Freyre como uma arena especial na qual a noção da multiracialidade brasileira poderia brilhar a mostrar para o mundo um novo jeito de ser, oposto ao jeito branco e ‘racional’ do futebol europeu. No trabalho de Gilberto Freyre, o assim chamado ‘futebol-arte’ e’ comparado com a poesia, enquanto o estilo europeu de jogar futebol e’ equiparado a prosa. Este ensaio defende a idéia de que os conceitos de Freyre foram úteis na construção da identidade brasileira, a que seria uma nação harmoniosa em todos os aspectos, inclusive no campo das relações raciais, e como a idéia do mulato foi usada para minimizar as disparidades sociais no interior da sociedade brasileira. As idéias de Freyre ainda se mantêm contemporâneas; muitos intelectuais brasileiros ainda se referem e empregam estes conceitos. A imprensa brasileira também, especialmente em anos de Copa do Mundo, utiliza estes conceitos sobre o mulato e o futebol-arte para caracterizar o Brasil e diferenciá-lo de outros países

Endereço: http://utsescholarship.lib.uts.edu.au/epress/journals/index.php/mcs/article/view/1790/2362

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.