Futebol é Uma Caixinha de Surpresas

Por: Luiz Fernando Bindi.

168 páginas. Panda Books.

Send to Kindle


Sobre a Obra

Gol de gandula? Sapo enterrado em campo? Jogador japonês na Itália? Como disse o jornalista Benjamin Wright, o futebol é uma caixinha de surpresas. E é exatamente isso que fascina Luiz Fernando Bindi, um fã alucinado por futebol, do tipo que assiste a jogos da Segunda Divisão e sai do estádio todo feliz.

Bindi é o maior colecionador de distintivos do mundo! Estamos falando de um arquivo de cerca de 50 mil emblemas. Mas a paixão vai além de colecionar. Bindi faz questão de saber a origem de cada pequeno detalhe de seus distintivos. Ele sabe, por exemplo, o que significam aqueles coraçõezinhos vermelhos do Heerenveen, da Holanda, ou quem foi o índio Colo-Colo, que ilustra o emblema que dá nome ao time chileno.

Por este carinho, e por montes e montes de informações armazenadas e pesquisadas avidamente, Bindi pode ser considerado um arquivo vivo das surpresas do futebol.

Como o comentarista Mauro Beting afirma no prefácio do livro, tem jornalista que consulta o Google, tecla o Yahoo!, vai aos livros. Eu chamo o Bindi.

No livro FUTEBOL É UMA CAIXINHA DE SURPRESAS, Luiz Fernando Bindi reúne as mais engraçadas e intrigantes curiosidades sobre o futebol mundial. Do técnico que invadiu o campo com seu Jipe atrás do árbitro ao goleiro que fez um lindo gol contra de bicicleta.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.