Gasto Calórico nas Atividades de Trabalho e Cotidianas dos Carteiros Que Utilizam Bicicletas

Por: Eduardo Barbosa Almeida, Giselle Nocetti Ammon Xavier, Lorival José Carminatti e Milton Carlos Della Giustina.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.6 - n.2 - 2004

Send to Kindle


Resumo

Com o objetivo de conhecer hábitos de vida e estimar gasto calórico despendido, esse estudo se realizou com carteiros que utilizam a bicicleta como meio de locomoção para a entrega domiciliar, em São José/SC. A investigação constou de entrevista dirigida, utilizando-se o questionário sobre hábitos de atividade física (IPAQ), coleta de dados antropométricos e acompanhamento de um dia normal de entrega de correspondências, observando-se tempo despendido na seleção e entrega de correspondências (monitorando velocidade da pedalada). O estudo do gasto calórico nas atividades de trabalho foi estimado conforme tempo despendido na triagem das cartas e a entrega (calculado através do peso do indivíduo e da velocidade média de entrega pedalando, correspondente a 4 METs). Os dados foram analisados através de escalas nominais e intervalares e foi criado um intervalo de confiança. A amostra foi composta de 23 indivíduos, média de idade de 31,3 anos (dp 6,3), peso 73,4kg (pd 9,6), estatura 1,74m (dp 0,05), IMC 24,4(dp 2,9). Dados referentes ao estilo de vida evidenciam fatores positivos. A média do gasto calórico diário durante a triagem das cartas foi 590 kcal e durante a entrega 1818 kcal. Conclui-se que a atividade laboral desses carteiros constitui um fator positivo se a considerarmos como componente de aptidão física relacionada à saúde.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3826

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.