Gestão da Informação: Análise Sobre as Produções do GTT Lazer e Sociedade

Por: , e José Pedro Scarpel Pacheco.

Lazer e Sociedade.

Send to Kindle


Resumo

Introdução

Existem inúmeras estratégias para se proceder à gestão da informação e do conhecimento no campo da ciência, as quais representam recursos imprescindíveis para o avanço das áreas de estudo (OUMA-ONYANGO, 2018). Entre as estratégias exitosas, podem ser citadas a bibliometria (MORAES et al. 2018), bem como, diferentes sistemas de armazenamento de imagens digitais de documentos (PAIVA, 2008). Entretanto, a manutenção de um sistema adequado de gestão das informações e do conhecimento não se resume a estas duas estratégias e não representa uma tarefa simples. A efi ciência desses recursos pode afetar positiva ou negativamente a legitimação de determinado campo da ciência (TAVARES; SCHWARTZ, 2013). Para minimizar os problemas decorrentes da falta de gestão e de aglutinação adequada de dados provenientes do campo acadêmico, é importante que se desenvolvam estratégias que superem as barreiras de acesso aos estudos já realizados e que possam apresentar indicadores das tendências apontadas pelas pesquisas realizadas. A sistematização do conhecimento, assim como as formas de difusão e a possibilidade de visualização desses dados pela comunidade científi ca, podem auxiliar a mitigar esses desafi os de gestão, conforme salientam Barbosa et al. (2018).

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.