Gestão Desportiva: Análise das Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto

Por: Daiane Miranda de Freitas, , Maria José Carvalho e Ricardo Barreto Coelho.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.9 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem por objectivo caracterizar e compreender as linhas de investigação traçadas no Gabinete de Gestão Desportiva da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, desde a primeira (1998) à oitava edição do mestrado de Gestão Desportiva (2005).Metodologicamente, os dados para investigação foram recolhi-dos pelos registos administrativos relativos aos alunos de mes-trado e doutoramento, cujo tratamento passou pela análise des-critiva de vários indicadores, designadamente: sexo, nacionali-dade, orientadores, tempo total de obtenção do grau. Recolhemos ainda o acervo de dissertações e teses relativas às edições supramencionadas e procedemos à sua diferenciação quanto às áreas científicas, metodologias e palavras-chave.Os resultados apontam que a área de investigação de Planeamento e Estratégia é predominante nas dissertações de mestrado (27%), sendo as áreas de Direito do Desporto e Desenvolvimento Organizacional as que preenchem as áreas de investigação de doutoramento (50%). A abordagem quantitati-va e o estudo exploratório são as metodologias predominantes das dissertações de mestrado. Nos trabalhos de doutoramento a abordagem qualitativa e o estudo exploratório juntamente com a análise descritiva são mais representativos. Quanto ao tempo médio despendido até a apresentação e defesas públicas,os resultados apontam para 2 anos e 6 meses para os alunos de mestrado e 4 anos e 4 meses para os alunos de doutoramento.

Endereço: http://www.fade.up.pt/rpcd/_arquivo/artigos_soltos/vol.9_nr.2_supl.1/1.01.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.