Gestão do Conhecimento Como Ferramenta Para a Gestão do Esporte: o Fluxo do Conhecimento Como Agente Potencializador de Inovação Organizacional

Por: .

133 páginas. 2017 10/11/2017

Send to Kindle


Resumo

Considera-se que a gestão do esporte seja o resultado de um processo evolutivo ao longo dos últimos anos. Verifica-se também um caminho percorrido para o avanço das organizações empresariais, que atualmente adotam a gestão do conhecimento como o principal caminho para a inovação organizacional. Neste sentido, a presente tese buscou responder a seguinte questão: A prática da gestão do esporte, nas condições encontradas no Brasil, pode assumir posturas inovadoras tendo como base a utilização da gestão do conhecimento, pautadas por atividades que proporcionem um fluxo de conhecimentos, como acontece em sistemas avançados de gerência? O objetivo que norteou o estudo foi: verificar se a adoção da gestão do conhecimento pode ser uma alternativa no sentido de atender às novas necessidades do esporte atual, capaz de proporcionar nas entidades do esporte uma perspectiva de performance esportiva de sentido inovador, através do fluxo do conhecimento. Esta tese está dividida em dois artigos que mantém relação entre si e integram-se a partir dos temas gestão da informação, gestão do conhecimento, conhecimento organizacional, fluxo de conhecimento e inovação organizacional. No primeiro, o objetivo do artigo intitulado “Gestão do conhecimento e os fatores de inovação organizacional na gestão do esporte baseado no fluxo de conhecimentos: uma revisão sistemática” foi: Discutir, a partir da revisão sistemática, a contribuição da gestão do conhecimento para a criação de um modelo de inovação organizacional na gestão do esporte. O segundo artigo, intitulado “Atividades do conhecimento que compõem a gestão dos fluxos de conhecimento promovendo inovação organizacional na gestão do esporte”, o objetivo foi: Demonstrar adequação conceitual com a aplicação da gestão do conhecimento como ferramenta qualitativa para a gestão do esporte na construção de um modelo organizacional, utilizando as atividades do conhecimento (criação; transferência; aplicação; armazenamento; identificação e aquisição), para articular formas e fluxos de conhecimento com demandas atualizadas de gestão em um ambiente promotor de inovações. No artigo um, concluiu-se que a contribuição da gestão do conhecimento se torna uma realidade no sentido de atender às novas perspectivas do esporte atual no Brasil através do fluxo do conhecimento intra e interorganizacional; No artigo dois, a presente pesquisa concretiza a proposta de construção desse ambiente inovativo, oferecendo um suporte organizacional através das seis atividades do conhecimento, cuja fundamentação teórica proporciona uma ferramenta valiosa de aplicação prática no âmbito gerencial em busca de resultados expressivos. Respondendo à pergunta que norteou a tese, a presente pesquisa assume que a construção de um ambiente inovativo pautado pela gestão do conhecimento a as atividades promotoras do fluxo de conhecimentos se torna um caminho eficaz de desenvolvimento qualitativo do esporte brasileiro.

Palavras-chave: Gestão do conhecimento. Inovação organizacional. Fluxo de conhecimento. Gestão da informação. Gestão do esporte. Conhecimento organizacional.

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.