Gestão da Informação e do Conhecimento na Rede Cedes (2003- 2010)

Por: .

163 páginas. 2013 02/05/2013

Send to Kindle


Resumo

Este estudo, de natureza qualitativa, teve por objetivo realizar a gestão da informação e do conhecimento produzido sobre as Políticas Públicas de esporte recreativo e lazer, envolvendo as ações desenvolvidas pela Rede CEDES/ME, no período de 2003 a 2010, bem como, avaliar os impactos, repercussões e seus princípios norteadores. O estudo foi desenvolvido por meio de análise documental e pesquisa exploratória. Os dados foram analisados descritivamente, por intermédio da Técnica de Análise de Conteúdo Temático e são apresentados em forma de quatro artigos. No artigo 1,referente à gestão da informação e do conhecimento sobre as ações realizadas pelos grupos da Rede CEDES, os resultados indicam que, apesar de efetivas,as ações ainda não contemplam todas as necessidades, entretanto, possibilitou aos atores sociais expressarem suas opiniões por meio de publicações científicas, relacionadas à área do esporte e do lazer. No artigo 2, relativo aos impactos e repercussões da criação da Rede, o estudo mostrou que, na visão dos gestores envolvidos foram identificados efeitos positivos com a criação da Rede e apesar de todos os embates políticos envolvidos neste processo, ela foi um impulsionador, em vários âmbitos, para a área de pesquisa do esporte e do lazer. Além disso, destacou-se a busca pelo estreitamento das relações com e entre as Universidades do país, a valorização das relações intersetoriais e interministeriais e a inclusão de centros produtores de pesquisas em todo o país, impulsionando as regiões menos privilegiadas pelas instituições de fomento. No artigo 3, sobre as vantagens organizacionais da gestão da informação e do conhecimento, foi evidenciada a necessidade de se dar maior atenção a estas questões no âmbito das organizações públicas, sendo que este aspecto é muito relevante no desempenho organizacional. O aprimoramento destas iniciativas pode auxiliar no panorama atual das ações fragmentadas e desconexas que caracterizam as Políticas Públicas. No artigo 4, acerca da comparação entre os princípios norteadores da formulação das Políticas Públicas de esporte e lazer no Brasil e em Portugal, os dados mostraram que, embora o conjunto legal-normativo português seja mais conciso do que o brasileiro, no que se refere à aproximação do subcampo acadêmico com o subcampo político, não foi possível identificar qualquer iniciativa em Portugal, que traçasse esta relação por meio de financiamentos governamentais. O Brasil, por meio do Ministério do Esporte/Rede CEDES, mesmo diante de diversos entraves, parece ter sido inovador na tentativa de aproximação destes campos na área do esporte e do lazer como foco nos estudos relacionados com as ciências sociais e humanas. Sendo assim, este estudo comprovou que a Rede CEDES significou uma importante iniciativa noâmbito das Políticas Públicas e possibilitou, ainda de modo ineficiente, o diálogo entre os dois campos: político e acadêmico. Apesar dos diversos entraves relacionados com a sua criação, dificuldades de gestão governamental e organizacional, esta Rede conseguiu se estabelecer durante 8 anos efetivamente e teve impacto positivo na produção do conhecimento em âmbito nacional. Sugere-se a realização de outros estudos que enfatizem as interligações do campo político com o campo acadêmico, para se ampliar as reflexões na área.
 

Endereço: http://base.repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/104676/tavares_gh_dr_rcla.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.