Gestão da Informação Esportiva no Contexto da Inteligência Competitiva em Clubes de Futebol: Um Estudo de Caso no Marília Atlético Clube

Por: Carlos Francisco Bitencourt Jorge.

322 páginas. 2013 00/00/0000

Send to Kindle


Resumo

322p

A informação é um componente intrínseco em todos os processos de uma organização. No ambiente esportivo encontramos várias fontes de informações e processos que se relacionam e geram informações que sob este contexto são classificadas como informação esportiva. Nesse ambiente esportivo encontramos o futebol, considerado pelo povo brasileiro como uma paixão nacional. No âmbito do contexto do futebol encontramos os clubes, entidades que em sua grande maioria devido a sua estrutura e modelo de gestão são entidades civis sem fins lucrativos, cujo objetivo central consiste em promover entretenimento para a população, o que automaticamente eleva a paixão pelo esporte em questão, o futebol. No ambiente dos clubes de futebol é possível observar uma enorme competitividade. O clube que adota uma gestão eficaz de informações e trabalha o processo de inteligência competitiva (IC). Sob este viés, a presente dissertação visa analisar e compreender o uso da informação em clubes de futebol de pequeno e médio porte do interior do estado de São Paulo. Desta forma, a pesquisa foi realizada no Marília Atlético Clube (MAC), Clube de futebol da Cidade de Marília, interior do estado de São Paulo, e que se enquadra nas características citadas. Para tanto, escolheu-se o método ‘Estudo de Caso’, cuja técnica aplicada foi a triangulação. A triangulação consiste na aplicação de três ou mais técnicas de coleta e análise de dados, visando obter uma visão ampliada da problemática que se está investigando. A aplicação de diferentes técnicas investigativas torna a pesquisa mais consistente, concedendo maior validade ao resultado obtido. Tais análises foram realizadas com o intuito de elaborar ações para a gestão de informação (GI), enfocando a IC no âmbito do MAC. Os resultados de pesquisa propiciaram identificar os tipos de informações existentes no Clube, identificar e analisar as fontes e fluxos informacionais. Evidenciou-se a falta de estrutura informacional no Clube, o que impossibilita a prática da GI com enfoque à IC. Verificou-se a falta de um mecanismo que centralize as informações, bem como a inexistência de uma cultura responsável por valorar a importância da informação no âmbito do Clube. Evidenciou-se também a necessidade de um gestor informacional, porquanto caracterizou-se como um importante fator para a implementação e execução dos ações de GI. Palavras-Chave: 

Endereço: http://repositorio.unesp.br/handle/11449/93635

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.