Gestos nos Cantos da Lagoa Azul: Crianças Brincantes Produtoras de Cultura

Por: Raulito Ramos Guerra Filho.

1998 29/07/1998

Send to Kindle


Resumo

Este estudo procura analisar a relação entre as brincadeiras infantis, no universo dos sons-gestos, e a produção cultural infantis em espaços, muitas vezes invisíveis. É também o encontro da arte, através da literatura, com a ciência. Trata-se de uma narrativa de sete histórias da minha prazerosa trajetória pelas ruas de terra do bairro Lagoa Azul ? Jacareí ? São Paulo, no período de dezembro de 1995 a agosto de 1996, convivendo e aprendendo com crianças brincantes, através da observação diária entrevistas individuais. Considerei a cultura da criança expressa nas dimensões lúdicas e criativa como ato social, que se dá em comunhão, através dos contatos corporais e verbais. A partir dos folguedos infantis, pude encontrar elementos que corroboram a idéia de que as crianças são produtoras de cultura, não apenas consumidoras. Elas repetem e treinam pelo prazer da atividade; aprendem-ensinam umas às outras; narram e dramatizam histórias, fatos e cenas do seu cotidiano. São produtoras de sonhos, de mundos diferentes do que é vivido. Elas transformam e se transformam ao mesmo tempo.

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000133945&opt=1

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.