Ginástica Geral Pode Melhorar a Marcha e a Capacidade Cardiovascular de Idosos

Por: Glauber Lameira de Oliveira, João Rafael Valentim-silva, Luis Fernando Aguiar Lunardello, Roginaldo Alves da Silva e Talita Adão Perini de Olivera.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.22 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Introdução: É bem descrito na literatura que o exercício físico de diferentes naturezas tem vários benefícios para a saúde de diferentes populações, no entanto, os programas de ginástica geral vêm recebendo pouca atenção quanto aos possíveis benefícios para a saúde de seus praticantes, especialmente para medidas de desempenho físico e para a capacidade de marcha. Objetivo: Avaliar a eficácia de um treinamento de ginástica geral sobre o VO2máx e a qualidade da marcha de idosos. Métodos: Selecionou-se um grupo de cento e vinte sujeitos com média de idade de 64,81± 2,71 anos, massa corporal de 66,97 ± 4,81 kg e estatura de 164,6 ± 4,81 cm de ambos os sexos. Utilizou-se o teste de 15 minutos de Balke para determinar o VO2máx e o Dynamic Gait Index para verificar a qualidade da marcha. O tratamento estatístico foi realizado por meio do teste de Wilcoxon para amostras relacionadas com significância de 5%. Resultados: Em todos os tratamentos houve diferença de VO2máx e os resultados do Dynamic Gait Index sugerem melhora na qualidade da marcha. Conclusão: Parece que o treinamento de ginástica geral proposto no presente estudo foi eficaz em melhorar o VO2máx e a qualidade de marcha do grupo selecionado.
 

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922016000200097&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.