Ginástica Para a Juventude

Por: Eduardo Weinhardt, Leonardo Pivesso, Matheus Schmitz, Thiago Baggio Baggio e Thiago Pimenta.

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

Guts Muths inicia seus trabalhos no Philantropinum de Schnepfenthal, onde se engajaria no ensino de francês e geografia e, posteriormente, passaria também a ser responsável pelos exercícios físicos diários dos alunos, cargo que ocuparia até o fim de sua carreira, em 1839. Em 1793 publicou Ginástica para a juventude, livro que, dividido em duas partes, primeiramente traz uma análise sobre o sistema educacional vigente na Alemanha e a sociedade em que estava inserido, assim como uma intensa ideia sobre a necessidade dos exercícios físicos como meio para recuperar uma sociedade que se encontrava entorpecida pela imobilidade e em um segundo momento faz a descrição de sua ginástica, dividida em três elementos: exercícios ginásticos propriamente ditos, trabalhos manuais e jogos, que seriam descritos em Jogos para o exercício, e a recuperação do corpo e do espírito. Após levantamento bibliográfico, decidimos realizar uma pesquisa explicativa, analisamos 17 fontes e buscamos informações em artigos, livros e sites relacionados ao assunto. Selecionamos os autores que ainda defendem a permanência da ginástica alemã desde o surgimento da mesma, mantendo a continuação dos influenciadores alemães para a ginástica atual. Tal pesquisa é de natureza qualitativa. Das 17 fontes bibliográficas analisadas, realizamos uma grelha de análise e separamos 5 artigos para análise profunda, sendo que 2 fugiram do assunto, sobrando apenas 3 artigos de real relevância para o desenvolvimento do trabalho. Portanto, depois da análise profunda dos artigos selecionados, concluímos que o método alemão se caracterizou por ser de um forte espirito nacionalista. A partir do ano 1870, o método tinha orientações nacionalistas, socialistas, ultranacionalistas e racistas e a ginastica passa a ser aplicada na escola e considera cada indivíduo como um soldado que repete na disciplina um gesto idêntico.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.