Ginástica Para Todos no Rio Grande do Sul: Desafios e Perspectivas

Por: Annelise Link, Danielle Mantovani e .

Conexões - v.14 - n.4 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O desenvolvimento esportivo se relaciona com diversos fatores, como exemplo, a atuação do técnico e políticas públicas. Este último perpassa tanto a promulgação de leis e estatutos para o esporte, como a organização e gestão de instituições promotora daquele. Objetivo: O foco de nosso estudo é elencar os desafios e perspectivas dos gestores da federação de ginástica do Rio Grande do Sul no que se refere o progresso da Ginástica para Todos (GPT). Metodologia: Foram entrevistados o presidente e a diretora-técnica da GPT da respectiva federação. Como coleta, utilizou-se da entrevista semiestruturada, gravada e transcrita na íntegra e analisada por meio da Análise de Conteúdo. Resultados: Foi possível detectarmos duas categorias principais: desafios para ampliar a GPT no estado (compreensão da GPT; carga de trabalho; cultura ao alto rendimento) e perspectivas e direcionamentos futuros da gestão com a modalidade (parcerias com universidades; fortalecimento de festivais já organizados). Conclusão: Percebe-se que o estado já realiza ação que se aproxima da GPT (como o festival anual), no entanto as demandas e interesses nas ginásticas artística e rítmica se sobressaem. A interlocução com a universidade coincide com as pesquisas atuais na GPT para seu crescimento no país.

Endereço: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8648069

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.