Ginástica Rítmica: Análise dos Fatores Competitivos Motivadores e Estressantes da Seleção Brasileira Juvenil

Por: José Luiz Lopes Vieira, e Marise Botti.

Acta Scientiarum : Education - v.27 - n.2 - 2005

Send to Kindle


Resumo

Este estudo objetivou investigar a trajetória de desenvolvimento das atletas de ginástica rítmica da Seleção Brasileira Juvenil, com foco na identificação dos fatores competitivos (motivadores e estressantes) que ocorrem em diferentes fases da carreira esportiva. A população alvo foi de dez atletas. Como instrumentos de medida foram utilizados o Teste de Carga Psíquica de Frester e entrevista semi-estruturada. Para análise utilizou-se estatística descritiva e a análise de conteúdo do tipo categorial. Os resultados demonstraram que na ginástica rítmica o processo de especialização motora das atletas inicia aos 12 anos; os fatores motivadores evidenciados foram o gosto pelo esporte e ser o favorito; os fatores estressantes foram ser prejudicado pelos juizes e falta de tempo para divertimento. Concluindo em uma análise geral, as atletas perceberam o contexto esportivo competitivo como mais estressante do que motivador; esta afirmação acentuou-se a partir da fase de prática motora em que o estresse competitivo para o rendimento se intensificou
 

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHealthSci/article/view/1419

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.