Ginastica Ritmica: Construindo Uma Metodologia

Por: Heloisa de Araujo Gonzalez Alonso.

2000 26/09/2000

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi propor e aplicar um programa que seja adotado no processo nsino-aprendizagem da Ginástica Rítmica (GR), visando à estruturação de uma ação pedagógica que possibilitasse a construção do conhecimento da GR oriundo das relações e percepções sócio-culturais do ambiente em que se deu a aprendizagem. A presente pesquisa foi desenvolvida em duas etapas. A primeira etapa constou da elaboração do programa de ensino da GR norteado pelos seguintes pressupostos: a) utilização dos princípios dos métodos de ensino que permitiram a maior ou menor participação do aluno no processo ensino-aprendizagem, propiciando o seu desenvolvimento sob os aspectos motor/ cognitivo/ afetivo-social, de acordo com Moston e Ashworth (1986); b) ordenação dos conteúdos da GR, configurada numa hierarquia do menor para o maior grau de complexidade, a partir dos componentes básicos estabelecidos por Crause (1985) e Alonso (1990); c) utilização da experiência motora adquirida pela criança no meio social onde ela vive; d) relação dos estilos de ensino, comando, recíproco, descoberta dirigi da e divergente, com a proposta de aprendizagem motora norteada por Lê Boulch (1985). Na segunda etapa da pesquisa, foi aplicado o programa de ensino da GR, para alunos e não-alunos, entre 5 e 9 anos, da escola Oga Mitá do Município do Rio de Janeiro, que freqüentaram a atividade extracurricular de GR, em que se observaram as ações intelectivas, ações motoras e ações afetivo-sociais manifestadas durante o processo ensino aprendizagem da GR e realizou-se um levantamento das experiências motoras adquiridas pela criança no meio social onde ela vive. A partir dos dados coletados pelas fichas de observação e dos registros ocorridos durante as aulas, adoutou-se uma análise descritiva que buscou esclarecimentos sobre os seguintes itens: a) como relacionar, para fins de aprendizagem e de avaliação, as ações motoras, intelectivas e afetivo-sociais no ensino da GR; b) quais as ações motoras, intelectivas e afetivo-sociais, manifestadas durante o processo ensino-aprendizagem da GR, e suas implicações na aprendizagem; c) quais as experiências motoras, adquiridas no meio social da criança, que são apresentadas durante o processo ensino-aprendizagem da GR; e d) quando aplicar os estilos de ensino da GR de acordo com as fases de aprendizagem da habilidade motora. Os dados desta investigação demonstraram a possibilidade de uma diretriz pedagógica que incita a construção do conhecimento da GR numa perspectiva motora, criativa e autônoma, que lida com as questões dos sentimentos, emoções e das relações sociais presentes no (e com o) grupo, indo além do simples ato motor mecanizado e favorecendo o gesto motor de "caráter humano" 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000211352&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.