Ginástica Rítmica, Sua Origem e Evolução em Marechal Cândido Rondon - Pr

Por: Evandra Hein Mendes, Fabiane Kleinschmidt, Francieli Hein, Júlia C. L. Nuñes e Sandra Kochepka.

Caderno de Educação Física e Esporte - v.5 - n.9 - 2003

Send to Kindle


Resumo

Segundo o conceito atribuído à Ginástica Rítmica (obtido no site da Confederação Brasileira de Ginástica Rítmica, 2002) a Ginástica Rítmica (GR) é uma modalidade exclusivamente feminina e pode ser classificada entre arte e esporte. Esta modalidade esportiva relaciona três elementos: corpo, música e aparelho. Ela apresenta uma grande complexidade de movimentos e configura sua técnica por elementos da dança, ginástica e artes de manipular aparelhos. A Ginástica Rítmica pode ser definida como : “A máxima expressão harmônica corporal, a essência do ritmo e inspiração desportiva, o fulgor do espírito e a beleza do corpo em movimento”, ou ainda “Uma arte dinâmica , criativa, natural, orgânica com movimentos característicos próprios, diferentes de outras escolas de expressão corporal”. Através destas definições podemos observar que a Ginástica Rítmica reúne todas as qualidades para o desenvolvimento integral do ser humano. Sua beleza plástica, graça elegância formam um conjunto harmonioso de movimento e ritmo. É definida também como uma relação harmoniosa entre o corpo em movimento, os objetos manipulados, o espaço envolvente inter-relacionados com a música. É difícil definir as origens, mas se sabe que a ginástica rítmica começou a ser praticada desde o final da Primeira Guerra Mundial, mas não possuía regras específicas nem uma denominação, mas já utilizava elementos de coreografia de dança. Várias escolas de ginástica inovavam os exercícios tradicionais da Ginástica Artística, misturando-os com música. Em 1946. na Rússia, surge o termo “rítmica”, devido à utilização da música e da dança durante a execução dos movimentos. No decorrer do tempo, suas estruturas foram se desenvolvendo e se refinando até ganharem a forma de um esporte de competição. Foi reconhecida oficialmente pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) em 1962. Em 1984, a GRD foi reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional e introduzida nos Jogos Olímpicos daquele ano. Os países do Leste Europeu têm sido grandes dominadores do esporte. Nos Jogos de Sydney, em 2000, o conjunto brasileiro conseguiu o seu melhor resultado em uma Olimpíada: o oitavo lugar. Foi a primeira vez que o Brasil se classificou para a fase final da competição. Outra grande conquista do Brasil na GRD foi a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, Canadá, em 1999, o que contribuiu para que esta modalidade esportiva passasse a ser notada no cenário esportivo nacional.

Endereço: http://e-revista.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/issue/view/247

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.