Gozo Organizado no Carnaval: o Caso da Folia do Papangu

Por: André Luiz Maranhão de Souza Leão e Rodrigo César Tavares Cavalcanti.

Licere - v.20 - n.1 - 2017

Send to Kindle


Resumo

A Folia do Papangu de Bezerros é um evento é organizado por instituições públicas e privadas que utilizam diversos elementos da cultura local para compor o espetáculo. O evento ganha complexidade na medida em que o entendemos seu discurso ideológico que envolve os sujeitos em um circuito de gozo. O objetivo do estudo foi analisar como esse gozo é organizado. Para dar conta de tal questão foram utilizados os conceitos de cultura de Néstor Canclini e a noção de imperativo do gozo advindo de teoria da ideologia de Slavoj Žižek. Na busca foram coletados dados de entrevista etnográfica, fotografias, anotações de campo e documentos, tudo analisado através da análise do discurso foucaltiana. Como resultado, foram identificadas duas regras discursivas que apontam a formatação e a organização da Folia do Papangu como produto cultural.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/4438

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.