Hábitos Desportivos dos Jovens do Interior Norte e Litoral Norte de Portugal

Por: António S. Fernandes, Miguel Maia e Viriato Santos Costa.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.9 - n.2 - 2009

Send to Kindle


Resumo

Conhecer os hábitos de tempo livre dos jovens é de extrema importância a fim de conhecer as suas actividades de lazer e o papel que o desporto ocupa nas mesmas. Devido a uma noção generalizada de que a prática de actividade física extra-curricular entre jovens tende a diminuir, surgiu a questão sobre o que leva os jovens a praticar, ou não praticar actividade física.  Existem já alguns estudos acerca desta temática, que nos apre- sentam resultados referentes aos hábitos desportivos na popu- lação portuguesa. No entanto, devido à variedade de realidades sociais e culturais que existem no nosso país, pensamos que seria relevante estudar cada um desses diferentes meios. Perante isto, os principais objectivos deste trabalho são a carac- terização da prática desportiva dos jovens do Interior Norte e Litoral Norte do País e saber quais os factores que levam à não prática dos jovens destas duas regiões. Para o presente estudo consideramos: Interior Norte os concelhos de Vila Real, Vila Pouca de Aguiar, Bragança e Vila Flor; Litoral Norte os conce- lhos de Guimarães, Penafiel, Viana do Castelo e Vizela. Os dados referentes a este trabalho foram recolhidos no ano de 2007 no âmbito de vários estudos de tese final de licenciatura, nestes foi utilizado como instrumento um questionário valida-do por peritagem. A amostra deste estudo é constituída por 1304 alunos perten-centes aos graus de ensino do 3º Ciclo e Secundário das escolas públicas de ensino das duas regiões por nós definidas, dos quais 572 (43,8%) são do sexo masculino e 732 (56,2%) do sexo feminino. Para o presente estudo utilizamos a estatística descritiva, nomeadamente a frequência, a percentagem, a média, o desvio padrão e para a comparação de médias, utilizamos o teste t de Student. Da análise efectuada aos resultados obtidos destacamos: o baixo índice de prática nas duas regiões comparativamente ao que se verifica na Comunidade Europeia; a falta de motivação apontada  como razão da não prática, quer no Interior Norte, quer no Litoral Norte; o Futebol ser a modalidade mais praticada pela amostra em geral; a ajustada e adequada proporção de exercício físico semanal, bem como a duração média por sessão praticada pela amostra; o facto de no Interior Norte o local mais comu para a prática desportiva se prender com espaços naturais, como a rua e a natureza; no Litoral Norte a preferência está no clube e em infra-estruturas adequadas à prática desportiva.

Endereço: http://www.fade.up.pt/rpcd/_arquivo/artigos_soltos/vol.9_nr.2_supl.1/1.05.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.