Hábitos Posturais e Mochila Escolar em Estudantes da Academia Naval de Guayaquil

Por: Alexandra Paola álvarez Santos, Angélica María Rendón Pinargoti, Evelyn Vianney Saltos Carbo, Isaac David Morales Neira, Luis Alberto Saltos Aldaz e Roberto Andrés Rojas Bajaña.

Lecturas en Educación Física y Deportes - n.252 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Este estudo permite a análise de bons hábitos posturais e o uso correto da mochila escolar que visa identificar o peso e consequências usando ferramentas para a aquisição de dados empíricos como a escala (Kenwell) e questionários aos estudantes, para facilitar informações precisas sobre o uso indevido da mochila escolar e sua relação com enfermidades posteriores de tronco como parte de uma educação de qualidade. A metodologia do estudo é quali-quantitativa, sendo que os métodos utilizados foram: o observacional, a teórica, o descritivo e transversal. Da mesma forma, as técnicas de análise utilizadas foram: a indução, a dedução, a abstração e a síntese, através do desdobramento do global para o específico. Por outro lado, a população de alunos na 8ª ano do Superior Geral da Educação Básica (EGB) destaca a idade entre 11 a 14 anos, onde 52,56% pertence aos homens e 47,43% mulheres. No entanto, os resultados mostram que o peso médio de alunos de 8º ano é 49,48 kg, sendo que a moda é de 45 kg, por outro lado, o peso médio das mochilas escolares em mulheres é de 7,8 kg e em homens é 8,5 kg, ou seja, há um aumento de peso na mochila de escolares de 2 a 3 kg a mais, sendo que não deveria exceder de 10 a 15% em relação ao peso do corpo, onde pode-se evidenciar possíveis causas da dor na parte posterior do tronco e possíveis patologias em relação à saúde corporal.

Endereço: https://www.efdeportes.com/index.php/EFDeportes/article/view/1297

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.