Hábitos de Vida, Motivação e Aptidão Física: Estudo em Crianças e Jovens de 10 a 14 Anos da Escolinha de Futebol do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense.

Por: José Leandro Nunes de Oliveira.

169 páginas. 1998

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo, com preocupações definidas no âmbito do desporto de crianças e adolescentes, insere-se no espaço das investigações referenciadas a detecção de talentos desportivos e considerando esta como fazendo parte de um construto multidimensional, onde entre outros interfere os hábitos de vida, as motivações para a prática desportiva além das variáveis específicas da aptidão física, tem por objetivo identificar possíveis variáveis discriminantes que sejam passíveis de se consubstanciar em indicadores da presença de prováveis talentos desportivos no espaço limitado ao futebol de campo. A amostra composta por dois grupos de crianças e adolescentes de 10 a 14 anos praticantes de futebol de campo no Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Nível de Prática 1 (NP1) – Composto de crianças e adolescentes que participam da escolinha de futebol e participam de um campeonato interno durante o ano. Nível de prática 2 (NP2) – Composto por crianças e adolescentes selecionados a partir do grupo 1 para as equipes de competição. A amostra selecionada é do tipo causal, sendo constituída por 345 alunos do sexo masculino matriculados na escolinha de futebol do GFBPA. De acordo com a análise dos dados, pode-se concluir que houve diferença significativa nos hábitos de vida entre os grupos no Tipo de condução para ir ao clube, Horário de acordar, ler, escutar música e "jogar vídeo game. Nos demais itens investigados não houve diferença significativa. Ao se analisar a motivação através do fator "competência desportiva" observa-se não haver diferença estatisticamente significativa entre os grupos. Os aspectos relacionados com a amizade e os aspectos relacionados com a saúde foram os fatores onde se diferenciaram os dois grupos. Após a análise dos resultados em função das diferenças encontradas entre os grupos, através de cada variável nas diferentes faixas etárias, nos permite concluir que: Os alunos da escolinha, pertencentes ao grupo (NP2) possui na sua maioria uma performance superior ao grupo (NP1). No que se refere a força-resistência abdominal, agilidade, força de preensão manual, flexibilidade e força explosiva dos membros inferiores em todas as faixas etárias com diferença estatisticamente significativa.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=848&listaDetalhes%5B%5D=848&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.