Habitus e Prática da Dança: Uma Análise Sociológica

Por: Cristina Carta Cardoso de Medeiros, Silvana dos Santos Silva e .

Motriz - v.18 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

O presente texto relata o estudo que consistiu em uma pesquisa descritiva com abordagem  qualitativa cujo objetivo foi investigar quais disposições e capitais influenciam adolescentes para a prática 
da dança na cidade de Toledo – PR. A partir de um recorte específico procurou-se descrever os tipos de  capitais que influenciam os agentes sociais para a prática da dança e para a escolha de diferentes 
modalidades, relatando os sentidos e significados que os dançarinos, como agentes sociais, atribuem à  dança e discutindo o efeito da dança na incorporação de disposições e na formação do habitus dos 
indivíduos. Como referencial teórico-metodológico elegeu-se a teoria sociológica de Pierre Bourdieu,  enfatizando-se a utilização instrumental de alguns de seus conceitos tais como habitus, capital cultural, 
capital social, capital econômico, capital simbólico e campo. A amostra foi composta por sessenta e oito  indivíduos entre doze e dezessete anos para os quais foi aplicado, como instrumento de coleta de dados,  um questionário com perguntas abertas e fechadas. A investigação revelou que a constituição das  disposições artísticas para a dança e a escolha das modalidades são influenciadas pelo capital econômico,  capital social, capital simbólico e capital cultural, em suas três formas (incorporado, institucionalizado e  objetivado). Os resultados apontaram que os agentes enfrentam algumas dificuldades para a manutenção  da prática, porém, incorporam por meio da dança novas disposições que os levam a se organizar e  mobilizar esforços, inclusive de seus familiares, para manterem-se no “universo da dança”, como  praticantes e como apreciadores. 

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/4379/pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.