Hermes Trismegisto, Corpus Hermeticum e a Relação com o Corpo Físico e a Educação Física

Por: Ana Alexia de Camargo.

XV Congresso de História do Esporte, Lazer e Educação Física - CHELEF

Send to Kindle


Resumo

No intercâmbio da civilização grega com a egípcia, o deus Thoth, da mitologia egípcia, foi assimilado a Hermes e, desse sincretismo, resultou a denominação de Hermes egípcio ou Hermes Trismegisto (três vezes grande, pois o mesmo possui as três partes da filosofia universal, as mesmas três forças do cristianismo: Pai, filho e Espírito Santo), dada ao deus Thoth, considerado o deus do conhecimento, da palavra e da magia. Nesse sentido, o propósito deste trabalho foi observar quais as influências que Hermes Trismegisto trouxe para o desenvolvimento no pensamento, na cultura e no cuidado com o corpo físico na Renascença e de que forma a revelação dos conhecimentos de suas Leis imutáveis influenciou na Educação Física e no cuidado com o corpo e a saúde. Mediante a isso, foi realizada uma pesquisa qualitativa, e uma revisão literária no qual foram encontrados 5 artigos científicos e 3 livros sobre o tema para identificar esses aspectos. Hermes Trismegisto é um mestre alquimista esoterista, que deixou ensinamentos sobre a consciência e a saúde do corpo físico. Se tornou um educador da humanidade em níveis superiores da consciência. Entende-se que tudo deve começar no mundo da mente, tudo que for feito a nível mental refletirá inevitavelmente no plano físico e se não existir esse equilíbrio entre corpo-mente, surgirão consequências mentais e físicas. Existem sete Leis Herméticas, nas quais alguns de seus princípios se aplicam diretamente com o cuidado do corpo físico, mas o ponto principal é que o espírito e o físico andam juntos com o divino, a natureza, a energia, a necessidade, o fim e a renovação. Em seu discurso sagrado, Hermes menciona que o princípio dos seres é Deus, porque ele é a sabedoria para a revelação das coisas e sem ele não somos nada. Apenas meros ignorantes carregando o seu corpo como um fardo e nos tornando escravos de um corpo doente e perverso. No final da Idade Média, início do Renascimento, percebemos uma sociedade cheia de desejos, medos, maus pensamentos, vícios e impotência. Era preciso que o pensamento hermético fosse compreendido e que esse conhecimento encontrasse força para o seu principal objetivo, que era transformar a essência humana imune à desintegração através de uma mudança de pensamento e do cuidado com si mesmo para ter um corpo saudável, que neste caso poderia se desfrutar em diversos campos dentro da Educação Física e vê-la como uma forma de mudança na sociedade.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.