Hipertrofia Cardíaca Induzida Pelo Treinamento Físico: Eventos Moleculares e Celulares Que Modificam o Fenótipo

Por: Diego Barretti, Edilamar Menezes de Oliveira, Fernanda Roberta Roque, Flávio de Castro Magalhães, Nara Hashimoto e Stéphano Freitas Soares Melo.

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte - v.7 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

A prática regular de exercícios físicos leva a hipertrofia cardíaca (HC), que é o aumento de massa muscular em resposta a sobrecarga de trabalho sobre o coração. Esta ocorre devido às alterações hemodinâmicas que modificam as condições de sobrecarga cardíaca durante as sessões de treinamento. O músculo cardíaco pode se adaptar a sobrecargas hemodinâmicas de duas formas: uma causada pela sobrecarga de volume, verificada em treinamento aeróbico, chamada de hipertrofia excêntrica; outra causada pela sobrecarga de pressão, observada com o treinamento de força/isométrico, que leva a hipertrofia concêntrica. Assim, esta revisão tem como objetivos caracterizar os tipos de HC induzidas pelo treinamento físico e suas principais vias de sinalização intracelular que levam a mudança de fenótipo no músculo cardíaco. Os mecanismos intracelulares da HC induzida pelo exercício mostram vias dependentes de receptores de IGF1 que ativam PI3-K e Akt como resposta ao treinamento físico aeróbico e pouco se sabe com relação treinamento físico de força. Assim, esse é uma área com muito a ser investigado.

Endereço: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1239

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.