Hipocampo e Fluxo Sanguíneo Cerebral Após Cessação do Exercício em Atletas Master.

Por: Alfonso J. Alfini, Brooks P. Leitner, J. Carson Smith, James M. Hagberg, Lauren R. Weiss e Theresa J. Smith.

Frontiers In Aging Neuroscience - 2016

Send to Kindle


Resumo

Enquanto o treinamento de endurance melhora a saúde vascular cerebral e tem efeitos neurotróficos dentro do hipocampo, os efeitos de cessar este exercício no cérebro ainda não estão claros. O nosso objectivo era medir os efeitos de 10 dias de destreinamento sobre a recuperação do fluxo sanguíneo cerebral (rCBF) na massa cinzenta e no hipocampo em adultos mais velhos saudáveis e aptos fisicamente. Nossa hipótese é que rCBF diminuiria no hipocampo após uma interrupção de 10 dias de treinamento físico. Doze atletas masters, definidos como idosos (idade ≥ 50 anos) com histórico de treinamento de resistência de longa duração (≥15 anos), foram recrutados em clubes de corrida locais. Após a triagem, os participantes elegíveis foram convidados a cessar todo o treino e atividade física vigorosa durante 10 dias consecutiv os. Ante s e imediatamente após o período de cessação do exercício, rCBF  foi medida com ressonância magnética ponderada em perfusão. Uma análise baseada em voxel foi usado na massa cinzenta, e o hipocampo foi escolhido a priori como estruturalmente definido região de interesse (ROI), para detectar alterações na rCBF ao longo do tempo. A recuperação da CBF diminuiu significativamente em oito regiões da matéria cerebral cinzenta. Estas regiões incluem: (L) giro temporal inferior, giro fusiforme, lóbulo parietal inferior, (R) tonsila cerebelar, giro lingual, precuneos, e cerebelo bilateral (FWE p <0,05). Além disso, rCBF dentro do hipocampo esquerdo e direito, diminuiu significativamente após 10 dias de nenhum treinamento físico. Estes achados sugerem que o sistema vascular cerebral, incluindo a regulação do descanso do fluxo sa nguíneo do hipocampo, é sensível às reduções de curto prazo no treinamento físico entre os atletas masters. A cessação do exercício físico entre os indivíduos fisicamente aptos pode proporcionar um novo método para avaliar os efeitos do exercício agudo e treinamento físico na função cerebral em adultos mais velhos. (Trad. Adriano Vetraros http://cev.org.br/qq/adriano-vretaros)

Endereço: http://journal.frontiersin.org/article/10.3389/fnagi.2016.00184/full

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.