História da Cultura Corporal Afrodescendente na Bahia: Análise Iconográfica no Instituto de Radiodifusora da Bahia - Irdeb

Por: Soraya Corrêa Domingues.

58 Reunião Anual da SBPC

Send to Kindle


INTRODUÇÃO:

Esta pesquisa insere-se nas produções sobre a formação da sociedade, educação e Cultura Corporal. As investigações históricas arquivadas como documento em institutos, museus e casas de apoio à cultura oferecem aos pesquisadores e a comunidade em geral a apropriação histórica da cultura baiana. O objetivo do trabalho é estabelecer possibilidades de contato com os registros históricos imagéticos da Cultura baiana, especificamente da Cultura Corporal afrodescendente, a partir da análise iconográfica do arquivo público fotográfico do IRDEB.

O estudo sobre a Cultura Corporal na Bahia faz parte das investigações do grupo de pesquisa que envolve a escola básica, a graduação, a pós-graduação e os professores no projeto sobre a História da Cultura Corporal, Educação, Esporte, Lazer e Sociedade (HCEL), vinculado à Pós Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia pela Linha Educação, Cultura Corporal e Lazer que desenvolve pesquisas históricas sobre a produção do conhecimento, prática pedagógica, política pública e formação de professores.

Nesta perspectiva, este trabalho pretende contribuir para a produção de conhecimento científico a partir do levantamento, análise, sistematização e ampliação para consolidar a base teórico-pedagógica na formação do professor de Educação e de Educação Física e a formação da Identidade Brasileira, considerando a História como matriz científica e afirmando que a produção do conhecimento em educação é um processo social e histórico.


METODOLOGIA:

A pesquisa tem como pressuposto teórico metodológico a concepção de produção científica como possibilidade de intervenção na realidade concreta, através da interação entre os pesquisadores, estudantes de graduação, escola básica, pós-graduação e professores, e o campo empírico, através de observações participantes e propostas de ação crítica na realidade concreta visando à transformação social (Minayo, 1994). Direcionamos o foco investigativo para as manifestações da cultura corporal presente em imagens do arquivo público do IRDEB, por considerá-lo uma instituição com acervo iconográfico relevante para o desenvolvimento de estudos e pesquisa sobre a cultura corporal na Bahia. Desenvolvemos esta pesquisa, através do levantamento e análise iconográfico deste arquivo; catalogação sobre o estado da arte e produção do conhecimento no campo da História da Cultura Corporal, Esporte e Lazer na Bahia; construção do conhecimento histórico baiano e brasileiro a partir da lógica da complexidade científica das áreas da arte, educação e história.


RESULTADOS:

A pesquisa histórica sobre a educação física, esportes e lazer na Bahia, não têm sido abordada como temática central nas linhas e pelos grupos de pesquisa, cadastrados no CNPq da Bahia. A produção bibliográfica investigada nos indica que é necessário desenvolver pesquisas no campo da História da Cultura Corporal da Bahia, pela pouca produtividade nesta área. A construção interdisciplinar do conhecimento científico foi possibilitada pela utilização da lógica da complexidade científica das áreas da arte, educação e história, permite ainda o intercâmbio de diversas áreas na construção interdisciplinar do conhecimento sobre a história da cultura corporal da Bahia Afrodescendente, como o aprofundamento da base teórico metodológica; estudos sobre ser humano a sociedade e a política capitalista; aprofundamento do conhecimento histórico como necessária para a área da formação de professores em educação física; aprofundamento teórico sobre arte, história e iconografia. Neste sentido, a presente pesquisa, indica outras possibilidades de investigação científica, partindo da análise iconográfica em arquivos públicos pela necessidade de desenvolver estudos no campo da História da Cultura Corporal na Bahia Afrodescendente. Dos mais relevantes resultados, apresentamos a riqueza de expressões da Cultura Corporal Baiana Afrodescendente na região do recôncavo baiano, como por exemplo, samba, lundum, caminhadas que simbolizam formas de processamento da produção agrícola da região.


CONCLUSÕES:

Esta pesquisa consolida-se pela necessidade de investigar a História da Cultura Corporal na Bahia Afrodescendente, sendo os resultados da investigação bibliográfica e documental, a identificação de poucas pesquisas realizadas sobre a História da Educação Física, Lazer e Cultura Corporal na Bahia. Portanto, estamos consolidando um grupo interdisciplinar que responda as demandas da temática para contribuir na construção da nossa história da formação da sociedade brasileira com influências culturais, sociais e econômicas de outras nações, com especificidade nacional, expressa inclusive nas manifestações da cultura corporal baiana.

Este estudo abre possibilidades de ampliação da pesquisa iconográfica em arquivos públicos sobre a história da cultura corporal na Bahia, através da leitura de signos e significados, indica igualmente a necessidade de construção de um Centro de Memória sobre a História da Cultura Corporal da Bahia.

Quanto à produção do conhecimento sobre história da cultura corporal na Bahia podemos afirmar que ainda é escassa a investigação sobre este campo de conhecimento, considerando as investigações que este estudo empreendeu. Neste sentido, cabem novos e aprofundados estudos a respeito desta temática para explicitarmos a História de nosso povo e de nosso país. Uma das proposições que já estão sendo empreendidas é o estudo de extensão interdisciplinar na região do recôncavo baiano como possibilidade de valorizar a cultura corporal baiana.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.