História, Cultura e Surfe: Explorando Relações Historiográficas

Por: Douglas Booth.

Recorde: Revista de História do Esporte - v.8 - n.1 - 2015

Send to Kindle


Resumo

Neste artigo composto por três partes, examino a relação entre esporte e cultura popular por meio do conceito de afeto. Em particular, estou interessado nas implicações historiográficas desta relação. Na primeira parte, argumento que os adeptos da história social do esporte tipicamente consideram os corpos esportivos como construções sociais, com a exclusão das experiências afetivas corporalizadas que coloco no centro da cultura popular. Na segunda parte, discuto a recente virada afetiva nas ciências humanas e sociais e o que isto está começando a significar, e pode significar no futuro, para os historiadores do esporte com uma inclinação social. Na terceira parte, toco a ética, um tema implícito na história social do esporte. A cultura popular apresenta contextos alternativos para se examinar a ética e, para o historiador, levanta questões em torno da representação narrativa. Ao longo do artigo, lanço mão de exemplos oriundos do surfe, um passatempo popular, um esporte estabelecido com circuitos mundiais profissionais, e uma experiência afetiva.

Endereço: https://revistas.ufrj.br/index.php/Recorde/article/view/2307

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.