História das Mulheres na Natação Brasileira no Século XX: das Adequações às Resistências Sociais.

Por: .

2003 04/06/2003

Send to Kindle


Resumo

Este estudo focalizou a trajetória da natação feminina no Brasil no século XX. Tem como objetivoconstruir a história das  mulheres na natação brasileira, no seio de uma sociedade que manifesta(va) resistências sociais, com foco nas barreiras enfrentadas por aquelas que foram atoras desta história. Busca responder se i) a natação de competição tem sido historicamente um espaço que oferece resistências sociais às atletas?; ii) como estas resistências se manifestaram? e iii) como as nadadoras se comportaram nesta dinâmica no transcorrer do século XX? Oito mulheres, representantes de cada década, a partir de 1920, constituíram a rede de colaboradoras. O estudo se dividiu em duas etapas: as visitas às Instituições e a localização e entrevista com as colaboradoras. Efetuamos uma triangulação metodológica, com o uso da entrevista, da análise documental e a interação com pessoas relacionadas à história da natação. Após ordenação e classificação das fontes e a transcrição das entrevistas, a análise e a interpretação foram realizadas com foco na linguagem, elemento comum nos referenciais teóricos-metodológicos utilizados: a História Oral, a Análise do Discurso e a Teoria das Representações Sociais. Estivemos atentos para a contextualidade histórica do discurso, enquanto objeto cultural, e as motivações para a sua produção, vinculadas às trajetórias das colaboradoras no esporte. Outros aspectos considerados na interpretação foram o dialogismo, a polifonia, a polissemia, a heterogeneidade, os implícitos, a atenção às intenções do autor e do leitor, a informação, a atitude, a focalização e a dispersão da informação.

Endereço: https://www.dropbox.com/s/vecugvwu2bq3m4q/UGF.00232.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.