Epicondilite lateral do cotovelo

Por: Geraldo da Rocha Motta Filho e Marcio Cohen.

Revista Brasileira de Ortopedia - v.47 - n.4 - 2012

Send to Kindle


Resumo

A epicondilite lateral, também conhecida como cotovelo do tenista, é uma condição comum que acomete de 1 a 3% da população. O termo epicondilite sugere inflamação, embora a análise histológica tecidual não demonstre um processo inflamatório. A estrutura acometida com mais frequência é a origem do tendão extensor radial curto do carpo e o mecanismo de lesão está associado à sua sobrecarga. O tratamento incruento é o de escolha e inclui: repouso, fisioterapia, infiltração com cortisona ou plasma rico em plaquetas e a utilização de imobilização específica. O tratamento cirúrgico é recomendado quando persistem impotência funcional e dor. Tanto a técnica cirúrgica aberta quanto a artroscópica com ressecção da área tendinosa degenerada apresenta bons resultados na literatura.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-36162012000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.